COMO FUNCIONA UMA MÁQUINA DE GELO

on
Categories: Uncategorized

Há pouco mais de cem anos, o gelo era artigo de luxo em muitos países, principalmente nos mais quentes. O quadro começou a mudar no século XX, quando as geladeiras, agora mais compactas e acessíveis, possibilitaram não apenas conservar alimentos, mas produzir gelo em casa.

Nos anos 60 surgem as máquinas de gelo e elas trouxeram ainda mais conveniência e hoje fazem parte da rotina de milhões de residências e estabelecimentos comerciais. 

? Como funciona uma máquina de gelo?

Muita gente tem essa curiosidade, por isso, decidimos contar aqui, em 4 passos, como elas funcionam:

1.  A maioria das máquinas de gelo usa um motor elétrico, uma válvula d’água e uma unidade de resfriamento que funcionam com eletricidade. Por isso ela deve ser ligada a uma fonte de energia e a uma fonte de água, que vai fornecer a matéria prima para os cubos de gelo.

2. Para a produção, a máquina conta com uma válvula, que se abre por sete segundos, e que fornecer água suficiente para encher o molde de gelo, que é de plástico e com várias cavidades conectadas. Geralmente estas cavidades têm o formato curvo, como um meio círculo.

3.  Depois que o molde é preenchido, a máquina espera que a água congele, o que é feito pela unidade de resfriamento. Para controlar a temperatura, a máquina conta com um termostato que, quando a temperatura da água chega a -13°C, fecha o circuito elétrico. Nesse momento a máquina aquece o fundo do molde, soltando os cubos de gelo.

 4. Depois de soltos, os cubos são movidos por uma engrenagem, que os empurra para a parte da frente da máquina e os deposita no recipiente de coleta, que é onde o usuário vai pegar os cubos. A medida que os cubos vão sendo retirados, uma alavanca é deslocada e, quando ela atinge sua posição mais baixa, ela toca em um disjuntor que vai ativar a válvula de água e iniciar um novo ciclo. Por isso a máquina só produz mais gelo quando há espaço para que ele seja armazenado.

Tipos de Gelo

Sabendo dos benefícios financeiros de uma máquina de gelo, agora é importante saber que para cada tipo de comércio, existe um tipo de gelo mais adequado, por isso separamos aqui os tipos mais comuns, para que você possa identificar qual se alinha melhor ao seu negócio:

? Gelo Cubo – é o mais usado na preparação de bebidas, sucos e refrigerantes por causa da sua aparência, tornando a apresentação mais sofisticada. Também pode ser usado na fabricação de alimentos, como em padarias e fornecidos para bares, restaurantes e outros estabelecimentos relacionados.

?Gelo Escamas – de acordo com recomendações da ANVISA e do INMETRO, o gelo em escamas é próprio para resfriamento e conservação de alimentos, por possuir uma área de contato maior entre o gelo e os produtos. Pode ser fornecido para peixarias, mercados e laboratórios (conservação de medicamentos), entre outros estabelecimentos relacionados.

Bacana, né? Se você quiser saber mais sobre este processo, é só nos procurar!